Páginas

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Saga Fases da Lua: Lua Crescente 2º Capítulo -Como Tudo Começou...


Saga Fases da Lua: Lua Crescente
2º Capítulo - Como tudo começou...


Lia on:

Alan: -Era uma vez... Espera! Não vou começar com era uma vez, porque isso não é um conto de fadas com princesas e príncipes de cavalo branco, e nem sei se vai ter um final feliz. Esse é o início de uma era perigosa, uma era de vampiros e conjures, no qual só um grupo comandado pelas trevas vai vencer essa guerra. Então vou começar com há muito tempo atrás... Numa época que os vampiros e conjures comandavam o mundo das trevas juntos. Nesse tempo, nenhum grupo era melhor que o outro. Só que o líder vampiro do mais forte clã, se apaixonou por uma mortal e tiveram uma filha. A partir daí o líder representante foi retirado do seu trono e morto. Ainda não se sabe quem o matou e como ele morreu, mas dizem que foi uma perda dolorosa para o grupo dos vampiros, pois seu irmão mais novo, o pior dos vampiros ficou de criar sua filha e assumiu o trono até sua sobrinha completar 16 anos. Daí os dois grupos das trevas se separaram e os conjures resolveram ter um mundo só deles, governados com as regras deles e isso gerou certo conflito, pois eles queriam se juntar aos mortais e os vampiros foram contra.

Lia:- Eu não me canso de ouvir essa história. De onde mesmo que você tirou?

Alan:- Eu que criei, conto para você desde quando você tinha 10 anos. Lembro como se fosse ontem que você ficava com seu chocolate quente na mão e abraçado com a sua boneca de porcelana

Lia:- Bons tempos!

Eu já estava enrolada no cobertor, esse frio de Londres é muito intenso. Minha mãe entrou no quarto e deu um ataque quando nos viu acordados.

Mãe:- Meus filhos! Amanhã é o primeiro dia de aula de vocês, Vão dormir já!

Lia:- Boa noite Mãe.

Alan:- Boa noite.

Mãe:- Boa noite meus amores.

Sempre quando ela saía do quarto, deixava a luz do abajur acesa. Porque quando eu era menor ficava com medo do escuro e pedia para ela fazer isso.

Lia:- Hum... Mãe?

Mãe:- fala.

Lia:- Pode apagar a luz. Sabe, é que daqui a alguns meses eu completo 16 anos.

Mãe:- Desculpa, é costume. –ela apagou a luz e saiu.

Alan já estava dormindo. E meu pai... Quase não via meu pai de noite, pois eu durmo muito cedo e ele chega do trabalho muito tarde. Mas ele é uma ótima pessoa, um amigo, parceiro, e fiel. Minha mãe é a melhor pessoa do mundo, a melhor cozinheira, melhor dona de casa e eu confio nela e vice-versa. Meu irmão é um mala, que eu amo muito e não saberia viver sem ele. Essa é minha família, essas são as pessoas mais importantes da minha vida. Nós vivemos em um bairro pequeno em Londres, levo uma vida normal. Na escola não tenho muitos amigos, mas esse ano eu vou estudar de manhã com o meu irmão e ele vai me apresentar a algumas pessoas. Estou sentido que a partir dos 16 anos  minha vida vai mudar e uma nova Lia vai surgir, definitivamente a Lia medrosa, fechada e sem sal nunca mais vai existir.


No dia seguinte (...)

Estava em um sono bom, quando escuto uma pessoa irritante gritando no meu ouvido e me sacudindo.

Alan:- ACORDA! A GENTE VAI SE ATRASAR, ACORDA! –gritou enquanto me sacudia.

Lia:- Tá, tá, eu já acordei.

Alan:- A gente vai se atrasar pirralha, até você se arrumar...

Lia:- Você demora mais que eu no banheiro, não reclama!

Alan:- Não, você que demora.

Lia:- Não, é você!

Mãe:- Vocês estão prontos?

Lia e Alan:- NÃO!

Mãe:- Vocês vão perder o ônibus.

Lia:- A gente já ai.

Me arrumei correndo, mais até que não fiquei tão ruim assim:




















Só horrivelmente horrível. Eu estudava em uma escola muito boa e foi muito difícil para conseguir uma bolsa para lá, mas eu tive que sair porque estava sofrendo bullying. Isso mesmo, as patricinhas da minha sala ficavam me chamando de esquisita, idiota, doente e nerd. Mas isso é o de menos, o pior de tudo é quando elas aprontavam para mim e me humilhavam na frente de todo mundo no intervalo. Não tive forças o suficiente para continuar naquela escola, eu já tinha aguentado muito durante três anos.

 Só porque eu não era descolada, bem vestida e me concentrava nos estudos. Eu cansei de tudo isso e pedi para ir estudar na escola do meu irmão, que é completamente o contrário de mim. Ele é descolado, relaxado, popular na escola e líder do time de jogadores de futebol americano. Eu acho que vai ser melhor estudar perto dele, mas vou continuar sendo a esquisita de sempre, a mongol e a CDF de sempre e NUNCA, mudarei por ninguém. 

6 comentários:

  1. Brenda Ribeiro posta logooooooo...eu tô AMANDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só amanhã amora! Que bom que está gostando Malikisses <3 #1DStory

      Excluir
  2. Brenda to amando muito Liamda mais lindas vc e Carol amo <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jujubs! Vou postar mais amanhã... ou Depois de amanhã, depende de quantas visualizações tiver. Malikisses <3 #1DSTORY

      Excluir
  3. Respostas
    1. Que bom que está gostando!!!!! Vamos postar!! #1DSTORY

      Excluir